quinta-feira, 14 de junho de 2012

(In) confissões (Pode parar de procurar! Você acabou de encontrar o melhor post do mundo!)


Este post é candidato ao concurso “O melhor post do mundo da Limetree

Mães têm alguns hábitos esquisitos mesmo.
Eu depois que virei mãe passei a ter certos gestos, digamos assim, pouco convencionais. Tem gente que acha maluquice, eu e você, amiga, mãe, companheira, aposto, achamos a coisamaisnormaldafacedaterra.
Limpar a Nina com cuspe, por exemplo. Para eliminar aquela sujeirinha de pasta de dente que fica no cantinho da boca, o melhor remédio é o cuspe da mãe.
Não tenho dúvida e nem fico com vergonha. Vou logo metendo o dedo dentro da boca, lambuzando de cuspe para depois dar aquela ajeitada na criança, porque, tadinha, né, é feio ir para a escola com resto de baba na cara. Melhor uma cara limpa (ainda que as custas de saliva de mãe).
Ah...e essa técnica tem algumas variações: quando a extensão da sujeira é grande, cuspo na fraldinha e faço uma faxina no rosto dela. Acho que não tem problema não. Mas nunca arrisquei contar isso para o pediatra dela...
E a coisa só piorou com a Alicinha. Virei, praticamente, a maníaca do cuspe na fralda. Que lencinho umedecido que nada! Vem cá, menina, que a mãe sabe muito bem como fazer uma faxina nessa carinha lambuzada de pirulito!
E o negócio é genético, viu! Pra desgraça do pai médico, Nina já se faz auto-limpeza com seu próprio cuspe! Ainnn.... que orgulho, gente!
Outra mania que adquiri com a maternidade, foi a de deixar o nariz das meninas bem limpinhos. Em outras palavras, adoro tirar cocô do nariz delas. Tenho obsessão incontrolável por isso. Detesto nariz sujo. Nem penso duas vezes e se vejo a caca lá, já vou logo dando um jeito de limpar o salão, não importa onde a gente esteja e nem se há um casal na mesa do lado jantando romanticamente...(é bom para eles aprenderem...rárárá!!!).
Alice, com quase um ano e meio, não pode ver um cotonete que já vai logo dizendo: tem cocô, né mainnn! Fofa!
Mais: não posso sentir um cheirinho de cocô que já vou logo metendo o nariz no bumbum dela para ver se é dali que vem. Mas, gente, podem me contar, essa mania é meio universal, né não?! Já vi um punhado de mãe fazer isso! Nem adianta negar! Outro dia estava jantando na casa da minha sogra, quando, de repente, um cheiro de cocô invade o lugar. Todas as mães que estavam ali pararam de comer na hora, pegaram seus respectivos rebentos e, automaticamente, aproximaram a fralda na cara para ver de onde vinha o perfume. Depois de acharem o culpado, como se nada tivesse acontecido, sentaram à mesa e continuaram comendo purê de batata.
Mas eu só cheiro mesmo. Já vi mãe colocar o dedo por dentro da fralda pra atestar se era dali mesmo que vinha o odor. Ainda não cheguei nesse nível, quem sabe com a terceira?!
Se, antes de me tornar mãe, alguém me contasse que fazia isso com os filhos, eu juro que não iria acreditar.
Mas agora, acho tudo tão normalzinho....
E vocês? Confessem vai...qual é a bizarrice que andam fazendo com seus pequenos?
Porque né, acho que não sou a única doida do pedaço! Ou sou?

* Não falei que esse era o melhor post do mundo? Agora corre lá na página do Limetree no facebook e votem em mim! Se eu for pra NYC, juro, te trago um batom lindo!

3 comentários:

MH disse...

Hahaha me identifiquei... Mãe é bicho estranho mesmo!
Boa sorte ;-)

Natália Cardoso disse...

Tmb me identifiquei... E muito, rs!
Boa Sorte Dani! O melhor do Melhor Post do Mundo!

(Mamãe) ~Pinel disse...

Eu lambo a mão (e braço) direto quando está sujo de comida e ela quer que eu pare de almoçar para limpar... e ó, a caca do nariz eu também tiro, sempre que eu vejo, não importa o dia, a hora ou o lugar. Seja com lenço, cotonete ou dedo mesmo. E ela não gosta não! Fazer o que? Eu também não gosto de nariz sujo! hehehe

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Studio May Ishii

TEMPLATE DESENVOLVIDO POR STUDIO MAY ISHII. POWERED BY BLOGGER. DANI, MARCÃO, NINA E ALICE © 2012.