terça-feira, 14 de abril de 2009

Minha mãe

Vi, em um vídeo postado no "Teca-Tecla" a seguinte poesia do Arnaldo Antunes:
("Os avós". In: As coisas, 1992).

Achei demais! Cheguei a me emocionar quando a li, porque me lembrei da minha mãe, vó da Nina e da Ciça.
Para aqueles que sabem e os que ainda não, quem sempre tomou conta da minha Nina, desde o nascimento dela, assim como fez com a Ciça, foi minha mãe.
Depois de uma semana de "licença-maternidade" voltei a trabalhar e, desde então, quem fica com a pequena, durante os dias da semana, é a vó Odila.
Ela é o abraço que acolhe a pequena quando ela chora, a mão que ensina ela dançar, o sorriso de alegria que embala a Nina quando não estou com ela. Para mim, ter uma mãe assim é um grande privilégio, uma benção, na verdade.
Apesar da culpa que sinto por deixá-la todos os dias de manhã na casa da minha mãe, sei que lá, ela está sendo super-ultra-mega bem cuidada, por uma pessoa que a ama de verdade e muito! E que me liga toda hora para me contar as novas peripécias da sapeca!
Mãe, obrigada por tudo, sempre!
Te amo, tá!

8 comentários:

João o Astronauta disse...

Que seria da gente se não fossem as avós dos nossos pequenos?
Minha mãe tá longe, mas veio no nascimento e foi indispensável no primeiro mes do João, e agora tenho minha sogra que também me dá um super apoio.

Beijo pra vocês e pra vovó tambem.

Flavia

Marcos disse...

É isso aí, a Vó Odila que cuida da nossa NinaObrigado sogrona(hehehe)!!

tio Paulão disse...

Que lindo Dani... E que bom deve ser poder contar com alguém que vc confia tanto!!! Essa vó Odila é 10!!! E deve babar na netinha todos os dias... Que gostoso!!!
Juro que neste momento a distância da família tem pesado muito mais do que quando viemos pra cá!!! Não é fácil...
Beijos pra todos vcs... Ara.

Renata disse...

Que foto mais fofa da princesa com a vovó. Ela é muito linda essa minha norinha.
Dani, não desmarca a viagem não!!! Eu acho que o André passou sim pela fase da angústia da separação...teve uma fase chatinha, dormindo mal, dengoso, só queria ficar comigo...mas já melhorou. Nós viajamos dois finais de semana seguidos - um pra praia onde ele dormiu na cama comigo e com o Dani (e ele dormiu super bem) e o outro pra casa da minha sogra, onde ele dormiu em um bercinho do lado da nossa cama (e ele dormiu super mal). Eu acho que ele estranhou não estar no quartinho dele e não voltava a dormir sozinho...mas eu acho que de vez em quando não tem problema nenhum mexer na rotininha deles, torna a criança mais flexível e "adaptável". Fora que viajar com eles é uma delícia. Se ela estranhar, coloca pra dormir com vc e pronto...além de melhorar o soninho, ainda é uma delícia...rsrsrs!
Não desanima por causa do meu post, não, senão eu fico triste! rs!
beijinhos, Re

Débora Marchini da Costa disse...

Que coisa boa hein!! Essa vó é mil!!! Vc tem que dar graças a Deus todos os dias... Esse amor e dedicação não tem preço! Essa mãezona vale ouro! :-)
Mande um beijão pra Odila!!
beijos
Deh

Coisa de mãe disse...

É mesmo um privilégio, Dani! Uma alegria ter uma avó com tanta disponibilidade afetiva!
Bjs.

disse...

Que sorte vcs tem! As três: você por trabalhar tranquila e saber que a Nina está bem cuidada (isso não tem preço!!!). A vovó por poder dar todo amor pra pequena (e amor de vó é grande, né?). E claro, a Nina por usufruir de todos os mimos que a casa da vó pode oferecer!
Parabéns!
Beijos

João o Astronauta disse...

Dani.
hehehehehehe... apaguei o post e re-escrevi pra vc. mas achei muito engraçado. bjoca

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Studio May Ishii

TEMPLATE DESENVOLVIDO POR STUDIO MAY ISHII. POWERED BY BLOGGER. DANI, MARCÃO, NINA E ALICE © 2012.